Segunda, 25 Janeiro 2016 09:05

32a. EXPEDICÃO DO PROJETO FOB USP EM RONDÔNIA

Escrito por
Avalie este item
(2 votos)

    Durante o período compreendido entre 14 e 25 de janeiro de 2016 está ocorrendo mais uma viagem de alunos de graduação e pós-graduação em Odontologia e de Fonoaudiologia, da FOB/USP, Bauru-SP, com apoio da FAB-Força Aérea Brasileira. Um total de 35 pessoas saiu de Bauru com destino à Base Aérea da FAB em Porto Velho, Estado de Rondônia. De Porto Velho, via terrestre, o grupo partiu com destino à cidade de Monte Negro, região central do Estado. Com suporte do ICB, coordenado pelo Prof. Dr. Luís Marcelo Aranha Camargo, os alunos estão em alojamento onde recebem o café da manhã, almoço e jantar. Na cidade o projeto é composto de 2 disciplinas, uma de graduação e outra de pós-graduação. Todos os alunos são preparados para a realidade locorregional, recebendo instruções específicas, tanto em uma primeira disciplina em Bauru, quanto nos trabalhos de campo no interior de Rondônia. Além do prof. Marcelo, médico e professor da USP, os alunos são diretamente supervisionados pela prof. dra. Magali de Lourdes Caldana, do Departamento de Fonoaudiologia e pelo prof. Dr. Jose Roberto de Magalhães Bastos, professor titular do Departamento de Odontopediatria, Ortodontia e Saúde Coletiva. O atendimento populacional conta também com a colaboração da Prefeitura Municipal de Monte Negro. As ações fazem parte de estratégia da FOB e ICB da USP, no sentido de apoiar e desenvolver as pesquisas de ponta realizadas na região amazônica, principalmente na área das doenças tropicais. O resultado das pesquisas têm sido apresentados em publicações específicas em periódicos adequados, procurando seguir recomendações emanadas da CAPES. Também têm sido apresentados em reuniões e congressos nacionais e no exterior, atraindo a atenção de docentes e pesquisadores interessados no projeto. A população beneficiada tem recebido ações médicas, sob orientação do prof. Marcelo e cuidados odontológicos e fonoaudiológicos, tanto preventivos como restauradores, podendo-se citar as extrações dentarias, de muita necessidade em uma região de precaríssimas condições de saúde, com um relato muito acentuado de dores de dente. Para repor os dentes perdidos a FOB estabeleceu uma politica de sua reposição, sendo já colocadas centenas de próteses dentárias, nos últimos anos. Há cuidados de higiene e fluorterapia com as crianças escolares, tratamentos endodônticos e periodontais e restaurações dentárias, dentre outros procedimentos. A Fonoaudiologia atua em varias áreas, na linguagem, na voz, e na saúde coletiva. O ponto alto tem sido a audiologia através da adaptação de aparelhos auditivos doados por grandes empresas para o Projeto, já tendo sido recebidos centenas de aparelhos auditivos, trazendo uma satisfação realmente visível para muitos cidadãos que não imaginavam mais poder simplesmente ouvir. Os relatos de pacientes são muitos e uma boa parte deles tem sido registrada. Há que se registrar a satisfação dos profissionais formados que tem passado pelo projeto e sua inserção no mercado de trabalho, onde muitos são clínicos de renome ou já são militares, de varias forças armadas e professores universitários, em universidades federais e estaduais de nome no pais, incluindo a própria USP

Lido 920 vezes Última modificação em Segunda, 25 Janeiro 2016 13:09

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

© 2003 ~ 2015 - Instituto de Ciências Biomédicas 5 / USP (Universidade de São Paulo)

Todos os Direitos Reservados