Terça, 29 Novembro 2016 19:08

AMAZÔNIA: ESCOLAR PÚBLICO DOENTE! SOS!

Escrito por
Avalie este item
(44 votos)
O ICB5/USP, EM PARCERIA COM O CENTRO UNIVERSITÁRIO ( UniFSL) E DIREÇÃO DAS ESCOLAS PÚBLICAS DE MONTE NEGRO, REALIZOU ESTUDO DE PREVALÊNCIA DE DOENÇAS CRÔNICAS NÃO-TRANSMISSÍVEIS (DCNT) E SEUS FATORES DE RISCO EM ESCOLARES DE MONTE NEGRO. O RESULTADO NÃO FOI SUPREENDENTE, POIS ESTUDOS ANTERIORES (COELHO ET AL., 2015 E VIEIRA et al, 2016) APONTAVAM PARA UMA CIDADÃO IDOSO COM ALTÍSSIMA PREVALÊNCIA DE DCNTs. CONSEQUENTEMENTE, ESPERAVA-SE A OCORRÊNCIA DE FATORES DE RISCO NOS MAIS JOVENS. O ESTUDO APONTOU PROBLEMAS ALÉM DO ESPERADO: ALÉM DOS FATORES DE RISCO, AS DCNTs TAMBÉM ESTÃO OCORRENDO ENTRE OS ESCOLARES! (VER TABELA). EM REUNIÃO ENTRE A NOVA GESTÃO DA PREFEITURA MUNICIPAL, O ICB5/USP E CORDENAÇÃO DE MEDICINA DA UniSL, FICOU ACERTADO A ELABORAÇÃO DE UM PROJETO DE INTERVENÇÃO EM SAÚDE E EDUCAÇÃO ENTRE OS ESCOLARES DAS ESCOLAS PÚBLICAS URBANAS. O PROJETO, GROSSO MODO, DIVIDE-SE EM 3 EIXOS: A-) CONSULTAS MÉDICAS E ODONTOLÓGICAS, COM APOIO DE NUTRICIONISTA E FONOAUDIOÓLOGA REGULARES NAS ESCOLAS (10 CONSULTAS/DIA), ENVOLVENDO ACADÊMICOS DE MEDICINA E ODONTOLOGIA; B-) SCREENING PARA DISTÚRBIOS METABÓLICOS, DISFUNÇÃO RENAL, OBESIDADE, HIPERTENSÃO ARTERIAL, DOENÇAS DA VISÃO E SEDENTARISMO E C-) INSERÇÃO DE CONTEÚDO EDUCATIVO NO SENTIDO DE PROMOVER A SAÚDE E NO DIAGNÓSTICO PRECOCE DE AGRAVOS ENTRE ALUNOS, PAIS E PROFESSORES. ESPERA-SE RECURSOS DO MINISTÉRIO DA SAÚDE DA ORDEM DE R$ 40.000,00 VIA PROGRAMA DE SAÚDE ESCOLAR, PARA A IMPLANTAÇÃO DO PROJETO. MÃOS À OBRA!

 

APÊNDICE 2 – Agravos à saúde e fatores de risco para DCNTs em escolares de 6 a 16 anos na área urbana de Monte Negro, 2016 (in press, 2017).

 

AGRAVOS PREVALÊNCIA % PREVALÊNCIA
AGRAVO % PREVALÊNCIA
HAS 6,9 (34/489) 69/1000 ALUNOS
DM1 0,2 (1/493) 2/1000 ALUNOS
INT. GLICOSE 4,8 (24/493) 48/1000 ALUNOS
SOBREPESO 17,14(84/490) 171/1000 ALUNOS

SOBREPESO+

OBESIDADE

29,6)145/490) 296/1000 ALUNOS
OBESIDADE 12,44 (61/490) 124/1000 ALUNOS
SEDENTARISMO 31,87 (138/433) 319/1000 ALUNOS
DESNUTRIÇÃO 2,8 (14/493) 28/1000 ALUNOS
ANEMIA HB 5,9 (28/474) 59/1000 ALUNOS
TRIGLICERÍDEOS 19,7 (97/492) 197/1000 ALUNOS
HDL 40,2 (198/492) 402/1000 ALUNOS
LDL 6,1 (30/492) 61/1000 ALUNOS
DISFUNÇÃ0 RENAL 0,41   (2/486) 4/1000 ALUNOS
PARASITOS PATOGÊNICOS 7,38 (20/271) 74/1000 ALUNOS
PARASITOS NÃO PATOGÊNICO 22,28(62/271) 223/1000 ALUNOS
PARASITOS TOTAIS 30,25 (82/271) 302/1000 ALUNOS

 

 
Lido 258 vezes Última modificação em Terça, 29 Novembro 2016 11:12

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

© 2003 ~ 2015 - Instituto de Ciências Biomédicas 5 / USP (Universidade de São Paulo)

Todos os Direitos Reservados