Administrador

Administrador



Texto escrito por: Ac. Elis Deyane Santos, Presidente da LOAB


É com satisfação que a liga de oftalmologia básica (LOAB), apresenta o
início de suas atividades que serão realizadas entre os dias 25 e 29
do mês de janeiro de 2016.

Após estudos observacionais, constatou-se o déficit de atendimento
oftalmológico à população de Monte Negro e a elevada prevalência de
doenças oculares. Neste contexto a LOAB, juntamente com o professor
Luís Marcelo Aranha e João Rabelo, desenvolverão um a estratégia para
a realização de procedimentos oftalmológicos de baixa complexidade que
serão ofertados a população.

Dentre os objetivos destaca-se a oportunidade de poder orientar e
incentivar os pacientes ao diagnóstico precoce de possíveis patologias
oculares que se relacionam com as Doenças Crônicas Não-Transmissíveis
(DCNTS).

Entre as atividades que serão realizadas, a população poderá contar com:

Exame de fundo de olho na retina que podem identificar diabetes,
hipertensão arterial e alteração do colesterol no sangue(é necessário
fazer uso de colírio).

Diagnóstico de catarata;

Avaliar a presença de estrabismo("vesgo")

Avaliar esclera, pálpebras, córnea e pupilas;

Diagnóstico de pterígio("carne crescida no olho");

Acuidade visual (tabela de Snellen);

Oferta de óculos para as pessoas com "vista cansada' (presbiopia).

Vale ressaltar que entre 6 e 9/12/2015 a LOAB recebe 2 professores da
Michigan State University (EUA) que visitarão o ICB5/USP onde serão
discutidas alternativa de pesquisa e de apoio ao grupo amazônico.

Att, Ac. Elis Deyane Santos, Presidente da LOAB
EM 31/10, REUNIRAM-SE NO ICB5 USP EM MONTE NEGRO 47 PESSOAS  
INTERESSADAS EM CONHECER MAIS E/OU DESENVOLVER PESQUISA SOBRE O
PROCESSO DE ENVELHECIMENTO NA AMAZÔNIA. OS TRABALHOS INICIARAM-SE ÀS
8H COM PALESTRA DO PROF. LUÍS MARCELO (USP/FSL/CEMETRON) SOBRE A
"TRANSIÇÃO EPIDEMIOLÓGICA", ENFATIZANDO A MUDANÇA DO PERFIL ETÁRIO DA
POPULAÇÃO MUNDIAL E BRASILEIRA E, CONSEQUENTEMENTE SEU PERFIL
NOSOLÓGICO, OBSERVANDO-SE UM INCREMENTO DAS DOENÇAS CRÔNICAS
NÃO-TRANSMISSÍVEIS (DCNT). EM SEGUIDA A DRA. JULIANA CAMARGO (FSL)
APRESENTOU PALESTRA FOCANDO NAS CONDIÇÕES IDEAIS PARA A REALIZAÇÃO DE
EXAMES LABORATORIAIS NO CONTEXTO DAS DCNT. A ENF. CELIA NUNES
(FHEMERON/SESAU), POR SUA VEZ, APRESENTOU DE FORMA LINEAR E OBJETIVA
SEU PROJETO DE PESQUISA QUE VISA INVESTIGAR EM 2016 A OCORRÊNCIA DE
FATORES DE RISCO PARA DCNT EM ESCOLARES DE MONTE NEGRO. APÓS BREVE
COFFEE-BREAK, O DR. SERGIO BASANO (FSL/CEMETRON) APRESENTOU OS
RESULTADOS SOBRE SEU ENSAIO CLÍNICO FASE II NO USO DE IVERMECTINA PARA
O TRATAMENTO DE MANSONELOSE E APONTOU PARA A CONTINUAÇÃO DO ESTUDO
FASE III EM 2016. A DRA. ANTONIETA (UEA), POR SUA VEZ APRESENTOU SEU
PROJETO A SER DESENVOLVIDO EM 2016, CUJO OBJETIVO É DELINEAR O PERFIL
DE PREVALÊNCIA DE DCNT EM POPULAÇÃO TÍPICA DA AMAZÔNIA (POPULAÇÃO
RIBEIRINHA), COMO CONTRAPONTO À POPULAÇÃO DE MONTE NEGRO QUE NÃO É
TRADICIONALMENTE AMAZÔNICA. FINALMENTE A PROFA. POLIANA PIOVEZANA
(ULBRA) PALESTROU SOBRE SEDENTARISMO E INSTRUMENTOS PARA MENSURAÇÃO DO
MESMO, UMA VEZ QUE O SEDENTARISMO É FATOR DE RISCO PARA AS DCNTs E
DEVERÁ SER UTILIZADO NOS PROJETOS APRESENTADOS.
NO PERÍODO DA TARDE FORMARAM-SE 5 GRUPOS DE TRABALHO QUE DETALHARAM E
APRIMORARAM OS PROJETOS PARA 2016 (FATORES DE RISCO DE DCNT EM
ESCOLARES E DCNT EM RIBEIRINHOS, ALÉM DO ENSAIO CLÍNICO FASE III).
FORAM 14 HORAS DE INTENSO TRABALHO ONDE CONSOLIDARAM-SE 16 TRABALHOS
DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E 4 DE PÓS-GRADUAÇÃO. CHAMOU A ATENÇÃO DO
COORDENADOR DO ICB5 O CLIMA DE ALEGRIA, INTERESSE E DEDICAÇÃO DOS
PARTICIPANTES. O WORKSHOP FINDOU EM AGRADÁVEL FESTA ONDE USP, FSL,
CEMETRON, FHEMERON, UEA, ULBRA, FAMEMA E IFRO COMEMORAM O SUCESSO DO
EVENTO E CONFRATERNIZARAM.


Dr. Luís Marcelo proferindo palestra
Sábado, 17 Outubro 2015 11:00

I SIMPÓSIO D ENDOCRINOLOGIA GEFAD/CREMERO

Sob os auspícios do GEFAD (Acadêmica de medicina Adriany Duarte), grupo de alunos da Faculdade São Lucas interessados no estudo de fisiologia e fisiopatogenia, ocorrerá no Hotel Golden Plaza (9 Av. Jorge Teixeira) a partir de 23/10/2015 às 19: 00h e até 24/10 às 17h, o I Simpósio de Endocrinologia, reunindo profissionais de renome na área como Drs. Leandro Diehl (UEL), Cláudio Pilon (UNICAMP), Daniel Minutti (UNICAMP) e Estela Carvalho. O coordenador do ICB5/USP terá a honra de abrir os trabalhos. Serão abordados temas como Fisiologia Endócrina, Diabetes, Disfunções e Neoplasias de Tireoide, Obesidade, Incidentaloma, Acromegalia, Hiperprolactinemia, Cetoacidose Metabólica e a apresentação do "Serious Game" para educação em Diabetes. Trata-se de um momento importante para atualização de médicos e acadêmicos, principalmente para a população de Rondônia que vive fora dos grandes eixos acadêmicos. Parabéns ao GEFAD!

Prestigiem!!!

Quinta, 01 Outubro 2015 00:54

AGENDA DE PESQUISA ICB5/USP- 2016

 

 

1-) Estudo dos Fatores de Risco para a Ocorrência de Doenças Crônicas não-Transmissíveis em crianças da rede pública de ensino de 6 a 10 anos. O trabalho de campo (exame das crianças) ocorrerá em março, abril, maio e junho/2016 (1 semana ao mês). Responsável: Mestranda Cleia Nunes (UFSJ)

 

2-) Ensaio clínico fase 3 para o tratamento de Mansonella ozzardi (filária) em população ribeirinha do rio Purus, Lábrea-AM. O trabalho de campo ocorrerá entre julho ou agosto/2016. Responsável: PhD. Dr. Sergio Basano

 

3-) Estudo de Prevalência de Doenças Crônicas não-Transmissíveis em população ribeirinha do rio Madeira, Humaitá-AM. O trabalho de campo ocorrerá entre julho ou agosto/2016. Responsável: Doutoranda Antonieta Relvas (UFSJ)

 

4-) Estudo de Prevalência de Doenças Oculares na População de Rondônia (em parceria com a UNIFESP). Trabalho de campo: durante os meses de 2016. Responsável: Dr. João Rabelo e Liga de Oftalmologia em Atenção Básica

 

Quinta, 10 Setembro 2015 02:21

ICB5 no Parque Nacional dos Pacaás Novos

Uma equipe do ICB5 teve a honra de visitar o Parque Nacional dos Pacaás Novos, localizado em Rondônia. A visita teve dois objetivos, o primeiro foi de conhecer a infraestrutura de um dos alojamentos localizados dentro do parque e o segundo foi de fazer um rápido levantamento das orquídeas ao redor deste alojamento.

Antes da visita foi feito contato como Sr. Carlos Rangel, que é um dos responsáveis pela administração do parque. Sr. Carlos foi muito prestativo e disponibilizou acesso ao parque e ofereceu guias para a visita.

O alojamento em questão fica próximo a uma das entradas do parque, e possui uma casa grande de madeira e banheiros do lado externo. A estrutura é toda de madeira e se encontra em ótimas condições. Durante a visita uma equipe percorreu trilhas ao redor do alojamento para vizualização e fotodocumentação de orquídeas. Neste berve levantamento foram avistadas 11 espécies de orquídeas, o que demosntra um alto potencial para pesquisas no local. Visitas a outros pontos do parque estão sendo planejadas pela equipe do ICB5.

 

 

Em notícia divulgada pela FIOCRUZ, onde o Dr. Rodolfo Luis Korte pesquisador colaborador do ICB5 é citado, 15 casos e filariose linfática foram detectados entre imigrantes Haitianos no Acre.

 

Acesse o link para reportagem completa: Filariose no Acre

 

Sigla: BMP5781 - 1
 
Turma: 1
Disciplina: Métodos Epidemiológicos Aplicados ao Trabalho de Campo em Parasitologia
Período: 17 a 19/09 e 24 a 26/9  
Ministrantes:
2728408 - Luís Marcelo Aranha Camargo (USP)
8472760 - Gilberto Fontes (UFSJ)
Horário das aulas:
Quinta-feira: 8:00 às 17:00  
Local: ICB V Rondônia
Sexta-feira: 8:00 às 17:00  
Local: ICB V Rondônia
Sábado: 8:00 às 17:00  
Local: ICB V Rondônia
Créditos: 4
Carga horária: 60 horas
Vagas oferecidas: 20
Vagas especiais oferecidas: 0

1º Bloco: Bioestatística Aplicada ao trabalho de campo (Dr. Gilberto)

Tabulação de dados, Distribuição normal e não-normal, Testes paramétricos e não paramétricos, cálculos de medidas de dispersão e tendência central

2º Bloco: Método epidemiológico e indicadores de saúde

Indicadores de Saúde (morbidade e mortalidade)

Pesquisa Baseada em Evidências Científicas

Modelos Epidemiológicos: aplicabilidade, vantagens e desvantagens

Cálculo de Riscos (Risco de Prevalência, Odds Ratio, Risco Relativo e intervalos de confiança)

DATA: 10, 11 e 12/10

Público-Alvo Preferencial: alunos com trabalhos de Iniciação Científica, LOAB e LAMFAC

15 Vagas

Carga: 24 horas

MANHÃ DE 9/10 – CALIBRAÇÃO DE INSTRUMETOS E ALUNOS

* QUESTIONÁRIO CLÍNICO-EPIDEMIOLÓGICO

* AFERIÇÃO DE PA

* AFERIÇÃO DE PESO, ALTURA, CINTURA ABDOMINAL

* SELEÇÃO DE AFERIDORES

* APLICAÇÃO DO KAPPA

*

TARDE DE 9/10

* EM 3 ALUNOS (TODOS DEVEM LER OS PAPERS E SERÃO SORETADOS 3 PARA CADA PAPER PARA APRESENTAÇÃO)

o PAPERS DO NEJM

* IMPACTO DAS DOENÇAS NO MUNDO

* IMPACTO DA DCV NO MUNDO

* MORTALIDADE MATERNA E INFANTIL

* IMPACTO DO TABAGIST

* MEIA HORA DE APRESNETAÇÃO E MEIA HORA DE DISCUSSÃO

NOITE DE 9/10 – HAPPY HOUR

MANHÃ DE 10/10

* CÁLCULO DE AMOSTRA

* RANDOMIZÇÃO

* ELABORAÇÃO DA LISTA DE ALUNOS SORTEADOS

* ELABORAÇÃO DE PROCOLO DE TRABALHO

* DEFINIÇÃO DE DATAS PARA EXECUÇÃO DO TRABALHO DE CAMPO

ALMOÇO: 13 H

TARDE DE 10/10

TAREFAS COMPLEMENTARES, SE NECESSÁRIO.

SERÃO FORNECIDOS CERTIFICADOS DE 24 H AOS PARTICIPANTES

Foi realizado no dia 1º de Agosto de 2015, no Instituto de Ciências Biomédicas 5 da Universidade de São Paulo (ICB5-USP) na Cidade de Monte Negro, o I Workshop de Distúrbios Metabólicos do ICB 5.. O Evento foi organizado e coordenado pela prof.ª Luana Janaina e presidido pelo Prof.º Dr. Luís Marcelo Aranha Camargo, além da presença de professores de IES de Rondônia, profissionais da área da saúde (médicos, enfermeiros, biomédicos, farmacêuticos e nutricionistas) e discentes de Faculdades de Ciências da Saúde de Porto Velho, Cacoal e Ariquemes. 

De acordo com os coordenadores do evento, o objetivo do encontro foi a promoção e troca de conhecimentos científicos na área, de forma a complementar a formação técnico-científica dos estudantes e profissionais através da pesquisa científica, além de incentivar, orientar e treinar os acadêmicos e professores para participação em projetos científicos. 

Ao todo 7 artigos foram apresentados em trios, duplas ou individualmente. Cada grupo fez sua apresentação em 20-40 minutos diante da bancada constituída por professores e acadêmicos sobre os temas: diabetes melito, obesidade, dislipidemia, insuficiência renal crônica e HAS todos esses com enfoque à criança. Ao final, foram expostos os objetivos da pesquisa pela professora Luana Janaina, onde relacionou-se os temas das apresentações ao objetivo da pesquisa. O Prof. Luís Marcelo, por sua vez, apresentou os resultados do projeto “Chronus” que estuda distúrbios metabólicos em idosos (recém-publicado) e as perspectivas de andamento do projeto de pesquisa.

A Acadêmica Elis Deyane relata que "a participação no workshop foi essencial, pois através da dinâmica imposta pudemos aprender, treinar e discutir os temas abordados, além da oportunidade de difundir e aprimorar nossos conhecimentos, sendo, portanto, uma experiência de suma importância para a formação de nós acadêmicos.". Relata ainda que “ o workshop foi um sucesso devido ao apoio do professor Doutor Dr. Luís Marcelo Aranha Camargo, professor MSc Sérgio Bassano, professora Doutoranda Luana Janaina e a equipe do ICB5-USP”. A partir das exposições os alunos se organizaram em torno dos temas abordados e irão desenvolver TCCs e projetos PIBIC a partir da experiência.

Do evento, saem 4 linhas de pesquisa:

1-      Estudo de distúrbios metabólicos em crianças escolares de 6 a 10 anos em M Negro

2-      Estudo de Doenças Crônico Não Transmissíveis (DCNT) em População Ribeirinha do Purus, Amazonas

3-      Estudo de prevalência de DCNT em pessoas de 30 a 40 anos em M Negro

4-      Estudo de coorte da população de idosos de m Negro pelo período de 10 anos

“Resumindo: um sábado, denso, rico e agradável. Preenchendo lacunas de informação para uma melhor atuação do profissional de saúde”, segundo o presidente do evento.

 

Atualizado em 04/08/2015.

 

EXPEDIÇÃO PURUS- LÁBREA-CANUTAMA- AMAZONAS  
O Instituto de Ciências Biomédicas da Universidade de São Paulo, através de um de seus núcleos (ICB-5), realizou entre 18 e 25/7 a X Expedição Lábrea. A Expedição, composta de 10 alunos do curso de Ciências Biomédicas da USP e mais 30 pessoas, entre apoiadores, alunos e professores, navegou do município de Lábrea até o município de Canutama, Amazonas, pelo rio Purus. A Expedição tinha 5 objetivos básicos: a-) apresentar aos alunos um pouco da realidade e cultura amazônica e do trabalho de pesquisa em campo em parasitologia e epidemiologia, b-) teste e validação de exames imunocromatográficos da Fiocruz para detecção de HIV, Hepatite B, Hepatite C, Sífilis, doença de Chagas e Leishmaniose Visceral c-) isolamento de tripanosomatídeos de répteis, peixes, artrópodos e anfíbios d-) recenseamento populacional  e referenciamento geográfico das comunidades para realização de ensaio clínico para tratamento de mansonelose em 2016 e e-) estudo antropométrico preliminar para investigação de obesidade e de dieta ribeirinha em 2016.
Foram 350 pessoas examinadas e assistidas e 307  amostras de sangue colhidas. Foram diagnosticados 2 casos de malária, 1 de cromoblastomicose, 4 de sífilis, 4 de hepatite b e nenhum de hepatite C e Chagas. Dois procedimentos de pequena cirurgia foram realizados. Foram distribuídos 45 óculos para presbiopia como doação do Instituto da Visão, ligada à UNIFESP.
Os alunos do ICB/USP revezaram suas atividades entre o recenseamento e exame da população e a participação nos demais projetos.
Segundo o responsável pelo ICB-5 “a Expedição foi um sucesso em sua logística, no cumprimento de seus objetivos, na assistência à população e na aproximação dos alunos do ICB/USP à realidade Amazônica e a procedimentos laboratoriais e de pesquisa distintos do que estão habituados. Os alunos do ICB/USP demonstraram interesse, compromisso, ética e disciplina durante a Expedição. Resumindo: foi ótimo. Ano que vem, com certeza, repetiremos a experiência”.
Segundo o Dr. Sergio Basano, representante do Centro de Medicina Tropical de Rondônia: “ Acho fundamental este tipo de atividade que reúne pesquisa, assistência e extensão universitária. Aproxima o aluno do mundo, do professor, da realidade. Desperta-o para o Brasil”
Segundo o Dr. Edimilson Domingos, FIOCRUZ-PR, responsável pelos testes imunocromatográficos “Primeiramente gostaria de registrar a satisfação em conhecê-los e aproveitar a oportunidade para agradecer -- por compartilhar -- a extraordinária experiência que foi a Expedição ao Rio Purus/AM! Apesar de já ter viajado bastante e ter conhecido um pouco os vários “Brasis” que compõem esse nosso imenso país, não deixou de ser admirável a estrutura e a forma profissional, organizada e dedicada com que todos se envolveram com as atividades da Expedição, ressaltando também a convivência e interação com os diferentes grupos de trabalho”
Ficam registrados os agradecimentos à FIOCRUZ (Dr. Ricardo Ferreira), ao ICB/SP (Profs. Jackson Bittencourt e Carlos Menck), à Faculdade São Lucas (Dr. Diego Negreiros), à Prefeitura Municipal de Lábrea (Sr. Michel Cruz), à tripulação (Sr. Clodoaldo, Sr. Eudes, D. Angélica e D. Raimunda) pelo apoio fundamental ao sucesso da empreitada, além da agradável e ilustre presença do Prof. Emérito Erney Plessmann.

 

 

A seguir algumas fotos da expedição:

 

 

 

 

 

 

 

 

© 2003 ~ 2015 - Instituto de Ciências Biomédicas 5 / USP (Universidade de São Paulo)

Todos os Direitos Reservados