Atualmente o ICB5 realiza expedições a duas localidades, Assis Brasil no Acre e ao Rio Purus no estado do Amazonas.

Em Assis Brasil é realizado o projeto sobre leishmaniose tegumentar americana. São realizadas coletas de flebotomíneos, pequenos mamíferos e também é feito acompanhamento de casos humanos de LTA. Já foram feitas doze expedições a este município que se localiza na tríplice fronteria entre Brasil, Bolívia e Peru. As coletas de flebotomíneos já renderam o achado de duas espécies novas, que ainda estão sendo descritas e treze novos registros para o estado do Acre. Estão programadas mais 4 viagens para este ano de 2011. Estas viagens são feitas de carro tendo Porto Velho como ponto de partida para os 840 km de estrada. As equipes variam em número de acordo com o trabalho a ser realizado. Para o atendimento médico a população local, é necessário uma equipe de cerca de dez pessoas. Para as coletas de vetores e reservatórios naturais (pequenos mamíferos), a equipe é duas ou três pessoas.

No rio Purus são realizadas expedições que envolvem diversos profissionais. Já foram feitas cinco expedições a região. A última foi realizada entre 8 a 16/01/2011, foi composta de quinze profissionais e estudantes das seguintes áreas: biologia, medicina, biomedicina, veterinária e nutrição. Nesta viagem foram realizados cerca de 300 atendimentos médicos em cinco comunidades ribeirinhas do município de Lábrea. Também foram coletadas amostras para projetos de toxoplasmose, desnutrição e fauna de simuíldeos (vetores de mansonelose na região). Um fotógrafo da agência DPZ acompanhou a equipe para registrar a expedição. O trabalho realizado por ele está disponível neste site. Para 2011 estão programadas mais duas expedições para a região. O ponto de partida para esta viagem é Porto Velho, de onde saímos de avião rumo a Lábrea. São cerca de 50 minutos de vôo, e ao chegar em Lábrea nos hospedamos na Unidade Básica de Saúde fluvial da prefeitura que é um grande barco com alojamento e local para atendimentos de pacientes. Estudo de prevalência sobre aspectos clínicos epidemiológicos e genotipagem de Toxoplasma gondii na população ribeirinha de Lábrea-rio Purus-Amazonas. Fomento FAPESP. Parceria com UNIFESP.

© 2003 ~ 2015 - Instituto de Ciências Biomédicas 5 / USP (Universidade de São Paulo)

Todos os Direitos Reservados